Os esquecidos

O crescimento urbano acelerado e desordenado foi uma das marcas do século xx. O deslumbramento provocado pelas grandes cidades, muitas vezes, ocultava o lado sombrio das grandes aglomerações. Por trás das luzes da modernidade,  a escuridão pairava nos bairros dos subúrbios. As populações desses locais se submetiam as mais cruéis situações para conseguir sobreviver – Todo o avanço alcançado pelo desenvolvimento industrial e tecnológico não chegava até esses habitantes.

Procurando desvendar o universo marginalizado dos subúrbios o diretor espanhol  Luis Buñuel lançou na metade do século passado (precisamente em 1950) o filme “Los olvidados” – Os esquecidos em português. Para fazer a película,  Buñuel viveu durante 04 meses em um dos bairros mais marginalizados da Cidade de México, entrevistou psiquiatras especializados em delinquência juvenil, examinou relatos de jornais da época sobre o assunto e utilizou atores não profissionais provenientes destes bairros marginalizados.

O resultado desse mergulho do diretor no universo dos menos favorecidos foi uma verdadeira obra prima do cinema.  O filme demonstra com uma sutileza realista e cruel as consequências que a exclusão social pode gerar na vida das pessoas.   Até os personagens que poderíamos considerar como vilões são mostrados como vítimas de um sistema que gera violência atrás de violência e por mais que alguém tente quebrar a roda, fica difícil romper esse círculo vicioso.

Um dos pontos que mais me impressionou no filme foi a atualidade das situações apresentadas. Infelizmente, apesar de já terem sido passados quase 70 anos das gravações os problemas apresentados ainda continuam sendo corriqueiros nas diversas periferias do mundo, e as soluções parecem ainda estar longe de serem alcançadas.

Confira no link abaixo “Los Olvidados” completo em espanhol:

Ligações perigosas

O universo do crime sempre exerceu muito fascínio, não é atoa que tantos filmes, seriados e  novelas sobre o tema são lançados com grande sucesso ao redor do mundo. Muitas vezes, porém, a vida real pode se misturar com a fantasia. Foi o que aconteceu com o traficante mais procurado do mundo na atualidade,  “El Chapo” e a atriz mexicana, Kate Del Castillo. 

Kate interpreta Teresa Mendoza em “La Reina Del Sur”,  série mexicana sobre uma jovem de origem humilde que entra para o mundo do tráfico, se tornando a chefe mais poderosa de sua região. Talvez pela semelhança com sua própria história, além da inegável beleza de Kate, é claro,  El Chapo se tornou fã da série e admirador da atriz.  E da admiração veio a aproximação.

kate-del-castillo-1763947
Troca de mensagens com protagonista de “La Reina del Sur” ajudou polícia a descobrir a localização do traficante mais procurado mundo – Reprodução Internet

Segundo investigadores do caso,  o chefão do tráfico passou a se corresponder com  a atriz através de mensagens de celular. Kate, aliás, foi a responsável  pelo polêmico encontro entre o astro  de Hollywood Sean Pean e El Chapo. Segundo autoridades mexicanas, a intenção dos atores era produzir um filme biográfico sobre a vida do criminoso.

rolling.jpg
Astro de Hollywood teve encontro polêmico com “El Chapo”

Pelo conteúdo das mensagens trocadas entre o barão das drogas e Kate,  se pode deduzir que  a relação entre os dois parece ter ido bem além de assuntos meramente profissionais, veja o conteúdo de duas mensagens reveladas pela Polícia local:

El Chapo:  “Te Cuidaré más que a mis ojos”.

Kate: “Não durmo muito desde que te vi, estou emocionada com nossa história. É a única coisa que eu penso”.

Em entrevista ao jornal espanhol “El país” o  autor da série Reina del Sur, Arturo PerezReverte, diz acreditar que não houve um caso de amor entre os dois, mas sim uma dupla fascinação. “Acredito que El Chapo se apaixona, não por Kate, mas sim por Teresa. Quando lemos as trocas de mensagens entre eles, nos damos conta que ela está deslumbrada porque um narco de verdade está tratando com ela, e o narco está fascinado pela aproximação com sua heroína. É uma história de mutua fascinação muito interessante”- observa o autor.

Se você ficou curioso para ver como é a série ” La Reina del Sur”, e tem Netflix boa notícia: Está disponível para os assinantes do site no Brasil. 😉

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑